4

Guerra das rolhas!



  A empresa americana Nomacorc (maior produtor mundial de rolhas sintéticas) divulgou os resultados de uma pesquisa feita com  600 amantes do vinho da América pela Merrill Research Partners. A pesquisa verificou quais são os critérios que esses consumidores utilizam  na compra de uma garrafa de vinho , no que diz respeito as rolhas que eles vestem.
De acordo com a pesquisa, 97% dos consumidores não revelaram priorizar a rolha no momento da compra, eles alegaram preferir concentrar-se na variedade de uva, preço e região de origem. A rolha seria um problema no momento de abrir a garrafa ou se o gosto da rolha tivesse influência nos aromas do vinho. 

Já em dezembro do ano passado, a Cork Quality Council (Associação dos principais produtores de rolhas de cortiça, incluindo o grupo Amorim Português) anunciou o inverso . O mesmo estudo feito nos EUA ,  com 350 pessoas afirmava que 94% dos entrevistados compravam seus vinhos somente se estivessem vedados pelas tradicionais rolhas de cortiça.

Isso parece cheirar uma grande discussão comercial..


4 comentários :

Valadão disse...

Eu prefiro os com rolha de cortiça.....

Mapa do Vinho disse...

Para mim, as rolhas de cortiça são mais elegantes.
Acredito que ambas atingem o objetivo.
Será uma eterna disputa comercial.

Andre Pinheiro disse...

Para ser sincero, já tomei alguns bons vinhos com rolha sintética, mas a contribuição ao buque das rolhas de cortiça é insubstituível. Pena que pode não durar muito.

F.Cadete disse...

..Se partir do princípio,que 90% do vinho consumido no dia a dia, é vinho do ano...não se justifica utilizar a rolha de cortiça,..e assim teremos cortiça de melhor qualidade para os vinhos de guarda...normal pois essa guerra é unicamente comercial!!!

Postar um comentário

Muito obrigada!