2

Capital mundial da gastronomia, SP agora se volta para a culinária brasileira




Especialista em planejamento e projetos de restaurantes, Adri Vicente Jr. aponta como a cidade passou a receber restaurares e bares de todo o País



São Paulo já foi eleita a capital mundial da gastronomia. A honraria indica que a cidade tem, em todo o planeta, a maior variedade de cozinhas internacionais, à frente de Nova York, Roma, Tóquio, Paris, entre outras. Mas nos últimos dois anos um movimento tem chamado a atenção dos especialistas: a cidade voltou-se para o público interno brasileiro. Passou a receber restaurantes de sucesso em todo o Brasil, “marcas” já estabelecidas, que chegam para ampliar ainda mais o “cardápio” de opções. Já são, pelo menos, 14 novos empreendimentos neste período.

Coco Bambu, La Pizzaria e Leckerhaus são três dos mais recentes exemplos. Vieram em 2012, respectivamente, do Ceará, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, onde já têm lugar cativo na preferência local. “Claro que São Paulo já tinha uma variedade incrível de restaurantes, muitos típicos, mas a maioria foi criada por gente que já vivia em São Paulo. Agora o movimento é diferente. As grandes marcas de outras cidades e Estados estão apostando na cidade, e sem necessariamente oferecer culinária regional”, afirma Adri Vicente Junior, diretor da Food Service Company, a maior empresa do Brasil especializada em planejamento, criação e estruturação de restaurantes.

O movimento de chegada dos restaurantes “estrangeiros” tem agitado o mercado gastronômico paulistano, não apenas entre os proprietários e frequentadores, mas em áreas como engenharia e arquitetura.

“A economia do país está aquecida e muita gente está montando seu negócio. Mas a chegada de ‘pesos pesados’ de outros locais agita ainda mais o mercado. São Paulo tem um público específico, exigente, que já tem opções diferentes e diversas. Não há espaço para amadorismo. Normalmente estes restaurantes já chegam com um padrão, incluindo aí a construção e o planejamento. Mas é importante conhecer fornecedores, legislação municipal – incluindo de tráfego na cidade -, perfil de funcionários, enfim, características típicas de São Paulo”, relata o diretor da Food Service Company, empresa que tem entre seus clientes marcas como Fran’s Café, Dulca, Café do Ponto, Pizza Hut, Sadia e Vivenda do Camarão.

O perfil cosmopolita de São Paulo abriga uma infinidade de opções a quem procura gastronomia de qualidade. As novidades de outras praças chegam para públicos variados, de opções mais simples até as voltadas ao público “AAA”. “A capital mundial da gastronomia está se voltando às características internas do Brasil. Agora, além de todo o mundo, São Paulo tem restaurantes de todo o Brasil”, finaliza Vicente Junior.


Fonte : Atelier de Imagem e Comunicação

2 comentários :

Raul Sousa Carvalho disse...

Bom dia,

Será que poderia colocar o link do meu site no seu, por favor? 

Eu colocarei também o seu se pretender.

O site é: http://raulsousacarvalho.blogspot.pt/

Espero pela sua colaboração.

Me avise quando colocar por favor.

Michele Montanha disse...

Oi Raul,

Vou colocar amanhã, te aviso quando estiver no ar! Somente peço para que divulgue o Vin&Plaisir tbém!Ficamos em parceria, ok?

Postar um comentário

Muito obrigada!